quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Que venha 2015!

Vem 2015, pois estamos te esperando com as melhores das intenções. E venha trazendo mais tolerância para os Homens, que eles aprendam a respeitar as diferenças e todas as formas de vida! Amém!
Um excelente 2015 para todos nós!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

E assim foi o nosso Natal

Noite de 24 de dezembro, em Torres.
 No sentido horário, eu, minha sobrinha Marina, meu sobrinho Marco,minha irmã e minha mãe em pé, meu cunhado sentado de camiseta preta, meu pai em pé preocupado com o espumante e meu tio Serginho acompanhando eu e as crianças nas palhaçadas. Meu irmão ficou em Porto Alegre, participando do Natal com a família da esposa. Foto do Leonardo
 Agora minha irmã tirou a foto para que o Leonardo aparecesse. Depois da Ceia de Natal, que não foi servida à meia-noite, foi bem mais cedo, começamos o desafio musical proposto pelo meu pai uns dias antes. A ideia era que cantássemos em duplas, individualmente ou em grupo. No fim, ninguém conseguiu ensaiar mas todos acabaram cantando, até meu pai, que estava super rouco e gripado. A surpresa que deixou todos boquiabertos foi a apresentação do meu sobrinho, que no começou ficou bronqueando que não ia cantar nada (reação normal de aborrecentes) e lá pelas tantas, saltou uma música de fundo do seu celular e cantou muito bem! Filmei ele cantando toda a música ( When I Was Your Man, Bruno Mars) mas foram 4 minutos de cantoria e fica muita coisa para postar aqui. Pena, que só filmei todos cantando e esqueci de fotografar. 
Tava boa demais a nossa noite natalina! Leonardo e eu tivemos que pegar a estrada de volta para o Recanto ( uma hora de viagem de Torres até Maquiné), pois tínhamos que acordar cedo no dia de Natal para pegar a estrada novamente.

Dia de Natal - 25 de dezembro
 Assim começou o dia de Natal no Recanto. 
Foto do Leonardo
 Acordamos cedinho no dia 25, alimentamos a bicharada e pegamos a estrada para passar o Natal com os pais do Leonardo, em Nova Petrópolis. Quase três horas de viagem, mas vale a pena!
Achei linda esta foto do Leonardo!
Lá estavam os pais do Leonardo, dona Sonja e seu Egon, a irmã Betina e seu esposo Ilmar. Além dos cães Filomena e Godofredo, que são da casa, e Tombinho e Brigitte que foram conosco. Tombinho é super paparicado nesta casa e ficou todo bobo porque até ganhou presente. No vídeo abaixo, Tombinho abre o pacote de presente. Ele se acha!
video

Eu, Tombinho, o sogro e Brigitte, que conquistou o coração do sogro.
 Eu e Bibi descansando no gramado após a comilança do almoço. E assim tivemos mais um feliz Natal, apesar da correria para participar do Natal com as duas famílias.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Aniversário do Leonardo e preparativos para o Natal

 Estes dias que antecederam o Natal foram bem corridos e acabei deixando o mundo virtual de lado. Agora, devagarinho vou tentar colocar as postagens e visitas em dia. 
Sempre faço biscoitinhos para o Natal, para presentear e saborear, pois adoro bolachinhas! Tenho algumas receitas que costumo fazer mas este ano resolvi começar com uma nova que vi no programa da Rita Lobo, o biscoito 1 2 3, pois a receita é 100 gramas de açúcar, 200 gr de manteiga e 300 gr de farinha de trigo, simples assim! 
Fiz duas receitas, uma em formato de estrelas e a outra, tentei fazer caiaques para presentear o Leonardo, que estava de aniversário.
Comprei corante alimentício nas cores amarelo e vermelho, que ficou rosado. Eles ficaram mais parecendo folhas mas o Leonardo gostou da intenção e do gosto mais ainda! Passamos um dia na praia numa aula de canoagem que o Leonardo deu e o pessoal adorou os caiaquinhos. Preciso aprimorar os moldes mas a receita aprovou!
No dia do aniversário do Leonardo fomos almoçar em Torres com os pais e a irmã dele, que faz aniversário no mesmo dia, mas não são gêmeos, a Betina é sete anos mais velha que o irmão. 
 Chegamos cedo e fomos dar uma olhada no mar. Leonardo quis levar o Tombinho, que é uma figura! O cachorro parece criança! Pede colo como uma criança e quando sentamos, ele não se contenta em sentar no chão, quer sentar no colo. E o mais curioso desta vez, foi que ele sentou bem no meio da gente,usando uma perna minha e a outra do Leonardo.
 Depois do almoço, Leonardo avistou uma casinha de passarinhos num poste de luz, em pleno centro de Torres. 
 E a casinha estava habitada!
 Eis o dono da casa! Achei o máximo a ideia! Fica minha admiração pela pessoa que tomou esta iniciativa!
 Os aniversariantes na saída do restaurante. Lá no fundo dá para ver um pai orgulhoso dos filhos, seu Egon, de camiseta azul, babando pelos "filhotes".
 De Torres fomos para a casa dos pais dos aniversariantes, em Rondinha. Dona Sonja sempre faz um bolo para cada filho, de morangos com nata para a Betina e um mármore para o Leonardo. Desta vez, ela inovou com umas mini forminhas que viu numa loja. Leonardo e Trumbico ficaram babando pelos bolinhos.
Abaixo, o parabéns a você, com a participação especial do Tombinho.
video


 E aqui, as estrelinhas com o glacê de açúcar, que foram presenteadas no Natal.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Um dia de turista em Torres

No morro do farol com a Ilha dos Lobos ao fundo.

 Conforme prometido aos incontáveis leitores do meu blog... (pausa para gargalhar...) aqui vai a postagem com as fotos do passeio que fizemos a Torres com nosso hóspede paulista. Como são muitas fotos e me empolgo muito escrevendo, tentarei fazer uma rápida legenda, quando necessário.
Apenas para introduzir, frequento Torres há anos, meus pais veraneiam nesta praia, estou morando perto e tenho ido uma vez por semana lá, mas fazia muito tempo que eu não passeava pelos pontos turísticos desta bela praia gaúcha. O dia estava lindo e adorei demais o meu dia de turista em Torres.
Na foto acima, Leonardo e Fuchs estavam estudando o mar para ver qual o melhor local para entrar de caiaque, já que fomos lá para eles remarem até a Ilha dos Lobos e surfar um pouco.
 Esta é a Ilha dos Lobos que fica a apenas dois quilômetros da costa, é a menor unidade de conservação ambiental do Brasil e a única ilha oceânica aqui do Estado. Foto do Leonardo
Da praia só se vê uma espuma branca no horizonte, muitos podem achar até sem graça, mas de perto percebe-se que a ilha é uma formação rochosa que serve de refúgio para leões marinhos, focas e morsas, ou seja, é de grande importância para este animais e também por isso, é proibido o desembarque, pesca ou caça marinha na ilha. Só na ilha mesmo, pois os barcos pesqueiros e turísticos andam bem pertinho dela.  Foto do Leonardo
Eu e o chima no morro do Farol com a Prainha ao fundo.
Foto do Leonardo
 Do morro do Farol fomos para o Parque da Guarita, cujo ingresso custa R$ 5.00 por carro.
 Praia à vista!
 Subindo o morro da Guarita.
 Tinha lixo no meio do caminho. No meio do caminho tinha lixo...
Eu no último acidente geológico do litoral gaúcho, ou seria o primeiro? Bom, a questão é que depois disso, o litoral gaúcho é uma "retura" só! Foto do Leonardo
Leonardo admirando uma das suas grandes paixões: o mar!
 O Parque José Lutzemberger, mais conhecido como Parque da Guarita.

Eu não sei por que, mas o mar enfeitiça as pessoas. Há um bom tempo já, que observo como as pessoas são capazes de ficar horas e horas numa praia, nas pedras, ou nos molhes, paradas no lugar apenas olhando para aquela imensidão azul. Os pensamentos voando na cabeça e o corpo paralisado.  



 De cima do morro da Guarita, Leonardo fotografou um vôo de parapente no Morro do Farol.

Eu e ele!

Eu pensava que o Parque da Guarita tinha uma grande área verde para dentro e qual não foi a minha decepção quando vi que um condomínio estava crescendo bem atrás do Parque.
Descemos do morro da Guarita e passamos pela praia.
O morro da Guarita visto da praia.
Quem tem a aventura no sangue como o Fuchs e o Leonardo, não consegue ver um paredão sem procurar por grampos e vias. E ali tinha mesmo, mas devem ser de outros tempos porque hoje não deve ser permitido escalar ali.

Passando pela praia fomos até a outra formação rochosa do Parque. Leonardo me fez ficar parada por um bom tempo, esperando que uma onda quebrasse atrás de mim para fotografar.
Demorou um bocado mas finalmente veio uma onda para refrescar minhas costas.
Vista de baixo para cima. Lá em cima, bem pequeno, dá para ver o Fuchs com a mão na cabeça. 
Foto do Leonardo
E de cima para baixo. 
O visual é deslumbrante!
E impressionante foi o fato de que, uma semana depois que estivemos ali, neste mesmo lugar das fotos, três pessoas morreram afogadas. Foi na última sexta-feira, numa excursão de adolescentes, três delas foram tirar fotos ali quando uma onda as levou. O monitor conseguiu salvar uma delas e acabou morrendo, tentando salvar as outras duas que também morreram. Fiquei chocada! No dia em que estivemos no Parque, o tempo estava bom e o mar, relativamente calmo. Lembro bem que na sexta-feira da tragédia, o tempo estva muito ruim aqui no sul e o mar devia estar bem mais brabo do que aparece nas fotos. Que coisa triste!
Aqui existem duas fendas e aquele poço vira um liquidificador por causa da água que entra e se choca com a água que está saindo.
Fuchs espiando uma das fendas, onde Leonardo que vir remando num dia de mar bem calmo.

 Para encerrar a visita ao Parque da Guarita, fotos do trio. 
Baita passeio! Baita cara legal este Fuchs! O dia não acabou aqui, depois fomos para a praia para o surf mas estas fotos deixo para uma outra postagem senão, esta ficará maga gigante. Não deixem de visitar Torres! Baita praia!