domingo, 5 de maio de 2019

Desculpem o transtorno! Estamos em obras para melhor recebê-los!

Material chegando e a cachorrada fazendo a festa!

Há dois anos que terminamos a casa nova (que já não é nooova, pois já tem dois anos! rererere). Há pouco mais de um ano, que Leonardo passou a morar na casa nova. Eu demorei mais para me mudar de vez, porque, quando ele saía para os plantões ou viagens, eu dormia na casinha velha com a cachorrada e gatos. Até o dia 2 de abril deste ano, a cachorrada ainda dormia na casinha, que estava transformada num galpão, de tanta tralha que tinha lá. Pobre casinha!
Na primeira quinzena de março, fizemos um orçamento para colocar piso na parte de baixo da casa nova, que ainda estava só na brita. Fechamos com o pedreiro conhecido da sogra, o seu Ermânio, que mora em Santa Catarina, há 100 km daqui, e que chegou de mala, cuia, esposa e ajudante, para começar o piso e ficar morando na casinha durante a obra. 
Foi um sufoco limpar e organizar a casinha mas, o mais difícil foi dar ordem de despejo para a bicharada. Isto corta o meu coração! Me tira do prumo! Mas fiz...

 Assim estava a casa nova em janeiro de 2018. Não sei se vão conseguir ver nesta foro mas, o piso de baixo estava com um pouco de aterro, era todo irregular, tinha areia, pedras, buracos...
 Nesta foto do Leonardo, de março de 2018, dá pra ter uma ideia de como era.
 Em agosto do ano passado, havíamos feito um orçamento que, nem vendendo o meu carro, teríamos como pagar então, coloca-se brita enquanto o sonho pode esperar. :)
 A cachorrada adora os montes de brita, de areia, seja o que for...
 Assim ficou. Melhor do que estava!
 Para quem não conhece aqui, a casinha velha fica na parte baixa do terreno e a nova, na parte alta. 
Esta foto foi tirada da varanda da casa nova. Se forçar um pouco a vista, dá pra ver a casinha velha quase no meio da foto, no limite do água do rio com o verde do mato. Só aparece um pedacinho da varanda da casinha mas, resolvi postar assim mesmo, para tentar dar uma ideia da distância entre as duas casas e, para explicar porquê a cachorrada passou a dormir direto, embaixo da casa nova. 
Além do fato que eles querem ficar perto da gente. Aliás, eu diria que esta é a principal razão!
 E por isso, coloquei algumas casinha embaixo da casa e assim estava até o dia 3 de abril, quando chegou o pessoal para fazer o piso.
Limpa tudo! Tira casinha, tira caiaques, tira cachorro...
Cachorrada expulsa do paraíso... cercaram toda a casa para a cachorrada não entrar! Que dó! 
Começaram aumentando o degrau da escada, a base da escada.
Leonardo colocou a mão na massa para ajudar.
E seu Ermânio mandando ver no contrapiso!
Eles trabalharam muito rápido!
Fizeram todo o contrapiso em dois dias e meio!
Parte dos fundos quase toda feita!
Esta é a lateral, o lado oposto ao da escada.
Frente.
Calma, cachorrada! Tá quase!
Esta foto eu tirei da escada, em direção aos fundos da casa.
Dos fundos para a frente, onde está o seu Ermânio queimando o cimento.
"Quando é que a gente vai poder entrar ali de novo, mãe?"
Tá quase! Tá quase!
Rapidinho tá pronto! É só contar até três... 
1
2
Pronto!!!!
Inacreditável! Temos um piso na parte de baixo!!!!
Quase não dá pra acreditar! 
Mas demorou mais de uma semana para poder liberar a área para a cachorrada porque depois do piso, o seu Ermânio começou a rebocar a laje e os pilares.
Até que chegou o feriado da Páscoa, os pedreiros foram para casa, Leonardo foi voar as tranças e eu liberei o acesso para os meus pulguentos!
O piso e o reboco da laje e dos pilares foi a primeira parte das obras que estão acontecendo por aqui. Logo que der, volto para contar a segunda parte, que também tá ficando muito tri!
Boa semana a todos!

sábado, 27 de abril de 2019

Um Projeto por Mês - Páscoa feita em casa

O coelho da Páscoa que passou aqui em casa, foi o coelho da Alice.
 Este coelho atrapalhadinho que tá sempre atucanado, correndo e cantando, "É tarde! É tarde! Tão tarde até que arde! Ai, ai, meu Deus! Alô adeus! É tarde! É tarde! É tarde!"
E também teve este cãoelho de orelhas compridas e pretas que é bem o contrário do outro... um tanto parado!
Este mês está punk aqui em casa! Começamos uma obrinha, que virou duas, três... conto e mostro em outra postagem. Só tem coisa boa pra mostrar!
Mas, estas obras começaram no dia 3 de abril, ou seja, praticamente o mês inteiro! Por causa da obra, não temos saído de casa, só saímos para comprar material aqui por perto e nesta correria, esqueci completamente da Páscoa e comprei nadica de nada para ninguém! 
Quando percebi que não tinha comprado nada, fiquei um pouco chateada mas pensei, "bom, o pessoal vai entender...". 
Uns dias antes do feriado da Páscoa, minha sobrinha perguntou se eu poderia fazer o bolo de Reis na Páscoa, o bolo que faço em todos os Natais da família, há alguns anos já! Claro que posso! 
Chegou a quinta-feira e quase todos me abandonaram aqui no Recanto! Os pedreiros que estão dormindo aqui durante a semana, foram para a casa, e o Leonardo foi voar as tranças em Itajaí-SC, para um evento náutico. Ficamos eu e a bicharada!
Sexta de noite fui para a cozinha e fiz os tradicionais biscoitinhos amanteigados.
No embalo, resolvi fazer uma outra receita que não fazia há anos, com chocolate e açúcar mascavo.
Tem este monte de fotos porque ia mandando para o Leonardo, que já estava em Itajaí.
No sábado inventei de fazer mais coisas. Pensei que, já que fiquei de fazer o bolo que a Marina pediu e não tinha conseguido comprar nada, podia fazer uns bolinhos para o povo.
Comecei com um bolo de banana, pois umas bananas maduras gritavam na fruteira pedindo para virarem bolo!  
Coloquei parte da massa do bolo numas forminhas de cup cakes.
E o resto na minha forma favorita!
O bolo fica lindo nesta forma!
Bolo e bolinhos prontos e Leonardo sendo atualizado a cada fornada! 
Em seguida fiz um bolo meio mármore, meio formigueiro que chamei de bolo bomba, por ser uma bomba calórica! Meio mármore porque fiz parte da massa branca e parte da massa com chocolate e, na massa branca coloquei chocolate picado, e na massa de chocolate coloquei uma barra inteira de chocolate branco picado. Nossa! Enjoei só de pensar... mas pensei também, que o Leonardo e o Marco, o meu sobrinho, pudessem gostar deste bolo e assim, coloquei parte da massa nas forminhas de cup cakes e, parte da massa numa forma para ser o bolo de Páscoa para o Leonardo.
Eis o bolo do Leonardo, já no pote para viagem, já que o Leonardo chegaria em casa no sábado de noite e já iria para o plantão, no domingo.
Estes são os bolinhos diet sem açúcar para o papis e o cunhado.
Ainda fiz negrinho para os sobrinhos e para o meu chocólatra de estimação, o Leonardo, e fiz mais um bolinho fit, low carb (que chique!) sem lactose, de maçã e aveia, pensando no meu irmão, e cunhadas ( a esposa do meu irmão e a irmã do meu esposo!) Adorei fazer este bolinho! Muito fácil e rápido e gostoso! Achei a receita no Pinterest e é esta aqui. Só não usei a casca porque a maçã não era orgânica e, em vez de usar a maçã picada, eu ralei e adorei o resultado! Fica um bolinho bem levinho e fofinho, parece uma esponja!
Foto do Leonardo
Domingo de Páscoa, Leonardo, eu e Felícia, também conhecida por coisa preta, a minha ex-gatinha, fomos para Torres bem cedinho, para tomar café com mamis, papis, Rosane, sobrinhos e cunhado! Chegamos tão cedo que os manézinhos da ilha estavam todos dormindo, ainda! Enquanto Felícia ia acordando eles, eu ia arrumando a mesa, distribuindo os bolinhos nos seus devidos lugares.
Esta é a Felícia, mais conhecida por coisa preta, ou Negrinha, ao lado da moranga que colhemos aqui. Ela foi abandonada na mãe, em Porto Alegre, jogada por cima do muro, em dezembro. Trouxe para cá dia 5 de janeiro, para tentar doar mas acabei me apaixonando demais por ela! Eis que, uma das gatinhas da minha irmã morre e ela precisa de uma para fazer companhia para a que ficou... lá se foi Felícia, virar manézinha da ilha de Florianópolis! Parece, que agora ela não é mais Felícia.
Voltando aos bolinhos da Páscoa... 
Foto do Leonardo
Foto do Leonardo
Eu e o pai, apressados como o coelho da Alice, não esperamos todos e começamos nosso café antes de todos virem para a mesa. "É tarde! É tarde!" 
Eu tinha acordado às 4h30 para tratar a bicharada antes de sair, e estava morrendo de fome! rererere Mas só fui comendo uma frutinha antes. 
E mais parecido com aquele cãoelho de orelhas pretas (devagar, quase parando), foi a minha postagem (atrasada) para a brincadeira da Bruxa, que não sei se mais alguém está fazendo mas, eu continuo brincando e, apesar de não ter me programado com antecedência para só dar quitutes caseiros na Páscoa, acho que não deixa de ser um projeto. 
Adorei não ter comprado nada e só ter presenteado com coisas feitas em casa! Espero que, quem ganhou tenha ficado satisfeito!
Alguns bolinhos também foram para a família do Leonardo. 
Se mais alguém postar algum projeto, atualizo logo abaixo.

Lícia com Pregadores 
Eliane com Vitória, a Bruxa