terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Sítio do Pica-pau Branco!

Estava eu dentro de casa, no final de tarde do último sábado, quando percebi um som diferente vindo da rua. Pensei, "ôpa! Tem algum bichinho diferente por aí!"
O som era forte e insistente. Fiquei na varanda procurando o dono daquela voz, não queria me mexer muito porque não sabia onde ele estava e não queria assustá-lo. Finalmente encontrei o dito cujo, no poste de luz do Recanto. As fotos de cima são a mesma, porém, a segunda está aproximada e recortada.
Fiquei admirada com o bichinho! Um Pica-pau Branco! Nunca tinha visto um, nem no Recanto, nem em qualquer outro lugar. 
Por aqui tem bastante Pica-pau do Campo, aquele meio amarelo, meio pintado, mas o Branco, foi a primeira vez que e eu vi. Aqui, a mesma coisa, as duas fotos de cima são as mesmas, porém, recortada. 
 Do poste ele voou para as bananeiras, onde tem uma enorme penca de uma banana diferente, que não identificamos qual é. Os pássaros não são muito chegados nela, e tá enchendo de vespas e marimbondos.
Vi no WikiAves que este Pica-pau Branco ataca os ninhos de vespas e marimbondos atrás das larvas. Que loucura, né?! Corajoso o mocinho!
Abaixo, um pequeno vídeo que gravei do visitante. Me desculpem a tremedeira, mas eu estava longe e não tinha onde apoiar os braços.
video
Me inspirei no comentário do Face feito pela Cris, do blog "Sítio da Cris", para o título desta postagem.  Bom seria que o Pica-pau Branco aparecesse mais vezes e aí, seria o Sítio dos Pica-paus brancos e amarelos!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

A realização de um sonho - Parte 9 - As tesouras e o forrinho.

Seguimos em outubro e a casa está ganhando forma com a colocação das tesouras!
Dá gosto de ver, de todos os ângulos! Aqui, de lado.
Frente.
Bem de frente no entardecer.
 Pausa para um chimarrão.
Leonardo trabalhando junto.
Outubro foi um mês de bastante chuva, caía chuva forte, chuvisqueiro de molhar bobo e pancadas.
Com as tesouras prontas, hora de colocar o forrinho!
Infelizmente, a madeira não era de boa qualidade e deu um trabalho medonho!
Os três tinham que trabalhar juntinho para conseguir encaixar toda uma ripa do forrinho.
Adorei estas fotos!
Quem tá subindo para a casa, vê isso.
Olha o rio lá nos fundos!
E quanta madeira!
A dupla Leandro e Leonardo de folga. Um toma chimarrão e o outro confere as mensagens no zapzap!
 Pituca dedura: "essa gente tá muito folgada, mãe!"

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

As casinhas dos gnomos do Recanto

 Tem chovido bastante nos últimos dias, quer dizer, até não tem chovido muuito, mas tem sido dias nublados, com ou sem chuva, chuviscos, umidade. E aí, os cogumelos, as casinhas dos gnomos aparecem por todos os cantos.
 Em galhos, madeiras e gramado.
 De várias formatos e tamanhos.
Este cor de laranja é muito interessante! Ele nasceu em janeiro, no meio de uma das tábuas do deck e tem resistido com todo o sol forte que tem pegado desde então.
 Todos os demais, nascem depois da chuva e murcham em seguida. 
Dias desses, tentei manter um vivo, colocando uma proteção contra o sol em cima dele, mas não adiantou porque igual, ele não teve umidade, eu acho. rererere Eu e minhas ideias...
Gosto tanto deles! Tanto no seu ambiente natural, como no meu prato! 😆
 Todos são comestíveis! Alguns, apenas uma vez... 😵
 Olhem só, que coisinhas mais delicadas! Ainda não encontrei nenhum gnomo, mas não desisto de procurá-los.
Este aqui era mini mini!
Assim que imagino os gnomos. E este, bem que poderia estar aqui em casa, pois já vi sapo e aranha muito parecidos como estes, da ilustração! Já o caracol eu nunca vi por aqui, deve estar escondido com o gnomo. 😉

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

O pão nosso de cada dia!

 Segunda-feira acabou o pão aqui em casa e precisava providenciar algum para o café da manhã de terça. Temos máquina de pão, mas não sou muito fã dos pães das máquinas, a não ser na hora, bem quentinho e crocante. Esfriou, perdeu a graça. O único que gosto muito, de um dia para o outro, é o de banana. 
Mas aí, resolvi passear pelo Pinterest para me inspirar e fazer um pão. Tenho uma pasta lá, só de bolos e bolachinhas, minhas perdições! Se quiserem me ver alucinada, me levem numa padaria. 
 Nem precisei ir muito longe e me encantei com umas roscas. A receita pedia um quilo de farinha, achei muito mas resolvi fazer, pois o Leonardo poderia levar para o plantão.
 Não consegui modelar as roscas direitinho, a pressa e ansiedade não deixaram. rsrsrsrs 
Os meus pães-roscas ficaram assim.
A foto do Pinterest está assim. A receita original está neste link aqui.  Eu segui quase toda à risca, só não cheguei a usar um quilo de farinha inteiro e nem duas xícaras de leite, como manda a receita original. Pincelei café preto na massa, antes de ir para o forno. 
 Algumas postagens atrás, publiquei a foto de um pãozinho de minuto que fiz. Algumas pessoas pediram a receita, nos comentários, mas o pãozinho de minuto estava muito gostoso na hora, depois, ficou um tanto seco e pesado, socado, sabe?! A única diferença, em questão de ser mais trabalhoso, é que as rosquinhas tem que deixar crescer antes de assar, mas só uma vez. Prepara a massa, modela as roscas e deixa crescer na fôrma, até dobrar de volume. Como estava muito quente aquele dia, as roscas não demoraram para crescer. 
 Adorei esta receita e o pãozinho-rosca foi aprovado com unanimidade, aqui em casa! O Leonardo levou para o plantão e tá adorando! 
Nem vou copiar a receita do pãozinho de minuto. Já essa, acho que vou decorar, de tanto fazer! Vai virar o pão nosso de cada dia mesmo! 😊

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

A realização de um sonho - Parte 8 - Banheiro, casinha da caixa d'água, postes e estrutura da casa e comemoração!

Estamos em outubro e já temos um banheiro e a casinha da caixa d'água. Tá, um quase banheiro, paredes e teto. Faltam o reboco, as louças, a instalação hidráulica... Mas já dá pra ficar babando, admirando e sonhando!
Tombinho ajudando seu Ademar nos cálculos...
E os demais, cuidando das madeiras que acabaram de chegar.
Acho que esta foi uma das partes mais complicadas e tensas da obra toda, a hora de levantar os pesados postes de eucalipto vermelho, que vieram da chácara dos sogros. Eucaliptos que o sogro plantou e anos depois, mandou cortar e entregar aqui no Recanto, para a construção da nossa casinha.
É uma madeira muito pesada e dura, ótima para entortar pregos! rererere 
Leonardo trabalhou direto com o seu Ademar e com o Leandro, nesta fase da obra.
O primeiro poste já está de pé!
E aos poucos, depois de muito esforço e muitas gargalhadas, mais postes vão surgindo.
Eu não gostava de ficar perto nesta fase, pois morria de medo que um destes postes caísse e fizesse algum estrago em algo, ou alguém.
Sem contar a altura que eles trabalhavam.
A obra vista da estradinha de acesso a casinha velha, por onde desce o carro.
A obra vista da frente do terreno, no canto esquerdo de quem chega no Recanto.
 Este é o Leonardo, obra da dona Sonja e do seu Egon! rererere 
E esta foi a visita indesejada que recebemos no dia 12 de outubro.

 No mesmo dia em que vieram as visitas desejadas e convidadas para o churrasquinho na laje. Sqn... foi no térreo mesmo, mas em plena obra. Mamis e papis vieram no dia 12 de outubro (quarta) comemorar o meu aniversário, que foi dia 10 de outubro (segunda), e do seu Ademar, dia 14 (sexta). 
Churrasquinho para eles, eu como salada verde e tomate, pão com alho e salada de maionese. Não precisa mais nada! Amo pão com alho!
Apesar da presença indesejada da "cobrinha", foi um dia muito agradável e com direito a muitas risadas!
 E assim está ficando o nosso sonho!
Fomos conferir o sonho pelo lado do vizinho, na estrada.
E eu ficaria horas e horas montada nesta cerca, admirando a casinha.