domingo, 19 de agosto de 2012

Dias dos pais

O dia dos pais na minha família, quase sempre foi uma dupla comemoração, pois a minha mãe faz aniversário dia 13 de agosto, que sempre é perto da data comemorativa aos pais. 
Este ano tentamos juntar as duas datas e comemorar na praia de Torres, onde papis e mamis estariam e ficaria no meio do caminho para a minha irmã vir de Floripa e eu e meu irmão, de Porto Alegre. E o Leonardo também ficaria perto do pai dele, que estava na praia de Rondinha, pertinho de Torres.
No fim das contas, o plano não deu certo e ficamos um Porto Alegre eu, Leonardo, papis e mamis. Comemos pizza no sábado de noite, segundo o pai, para comemorar apenas o aniversário da mãe, pois ele acha besteira esta história de dia dos pais e não queria presente de jeito nenhum! Teimosa que sou, comprei um presentinho pra ele e entreguei na tal janta de aniversário da mãe, que não ganhou presente.
Assim que entreguei o pacotinho, o pai fez aquela cara contrariada, tipo: "eu tinha dito que não queria presente!", mas logo se transformou numa expressão de curiosidade. Eu tinha certeza que ele ia gostar ou, pelo menos, iríamos nos divertir!
E não é que eu tava certa?  Olha a expressão do rosto mudando!
Há um tempo já, vínhamos comentando sobre preços e diferenças de sabor das manteigas. Existem as mais baratinhas, a Aviação e a President, que custa quase doze reais! E o pai brincava que um dia compraria essa manteiga, quando acertasse na Mega Sena! Eis que, comprei a manteiga e dei de presente pra ele ( e nem acertei na Mega Sena!)! Embrulhada para presente e tudo! E não é que ele ficou feliz? Só que não quis abrir a dita para a gente experimentar, disse que só ia abrir quando estivéssemos viajando, pode? rerere
Valeu! Acho que se eu tivesse dado um par de meias ele não daria esse sorriso em troca!
Feliz todos os dias dos pais, pai!
 No dia seguinte...
 Leonardo, Tombinho, Brigitte e eu fomos para Rondinha bem cedinho, para tomar café com o pai do Leonardo e o resto da família, claro! O resto da família é composta pela mãe do Leonardo, dona Sonja, a irmã, Betina, o cunhado Ilmar e os cães Filomena e Godofredo.
Mal terminamos o desjejum e começou a final do vôlei masculino nas Olimpíadas. Eu queria muito aquele ouro e o jogo estava tão tranquilo, que nem estávamos muito atentos na TV e comecei a distribuição dos presentes para o pai do Leonardo e para o pai do Tombinho, claro! E foi o próprio Trumbico quem fez a entrega. Fui no quarto, chamei o Tombinho, peguei o pacotinho e disse pra ele: "entrega pro pai! Pro pai!", apontando para a sala. A irmã do Leonardo, a Betina estava junto e pode confirmar tudo, não é história de mãe coruja, não! O Trumbico saiu do quarto, todo faceiro com o pacotinho na boca e foi imediatamente na direção do Leonardo. Todo mundo ficou impressionado, Leonardo orgulhoso e Tombinho...bom, Tombinho não queria largar o presente, mas que ele levou para o pai, ele levou. É que ele só fez a aula "levar", faltou a "entregar"!

Tombo entregando o presente.
E Tombo disputando o presente...
Eram dois presentinhos para o pai da bicharada e Tombinho entregou até o segundo que era mais pesadinho! A próxima tarefa foi entregar o presente para o vô. Mesma sequência: chamei ele no quarto (todo mundo espiando pra ver se ele ia repetir o feito com sucesso), entreguei o pacote e disse: "entrega pro vô! Pro vô!". Claro que ajudei apontando pro vô e lá se foi o Trumbico com pacote na boca na direção do seu Egon.
E de novo, ele não queria largar o presente! 
Foi muito legal! O guri tem potencial! Só falta um pouco mais de treino. rerere
Pena, que a alegria acabou logo com a derrota do Brasil no jogo!
Depois do almoço, uma das melhores hora do dia: sobremesa, o bom e velho chimarrão e muita conversa para jogar fora!  Claro que, entre um mate e outro,
...uns cochilam...
...outros lêem.
                           
Finalmente! Alguém conversando!
Amo muito tudo isso! Família reunida, roda de mate, conversa fiada! Só tava faltando a minha família!
E a tarde seguiu preguiçosa com Filomena descansando na rede.
E Tombinho,eu e Leonardo também! (Foto da Betina)
Por incrível que pareça, não tirei uma única foto da primeira ida da Brigitte a praia! Queria fotografá-la na beira do mar, mas tinha um vento tão chatinho lá, e o tempo era tão curtinho, que não conseguimos caminhar na praia. Fica para uma próxima vez.
E para fechar o dia, essa linda árvore no pátio da casa da praia dos meus sogros, tomada de flores amarelas, linda! Não lembro o nome da dita, mas acho que é Mimosa. Só sei que já pedi uma muda para plantar no Recanto.


Um comentário:

  1. Ti querida, que delícia tudo isso, amei este post!
    Seu papis é um fofo, sabia? Manda um beijo pra ele!
    Guria, to bege com o Tombinho, como ele é esperto, que lindo!
    As imagens estão maravilhosas, como sempre!
    AMO vir aqui, me faz muito bem!
    Beijosssssssssss
    Vero

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!