domingo, 3 de novembro de 2013

50 anos de casamento dos sogros

Sonja e Egon no restaurante na beira do mar.

No último sábado, dia 26, meus sogros completaram 50 anos de casados e para comemorar, passaram uma semana na cidade de Itapema, em Santa Catarina. Claro, que não foram para lá de livre e espontânea vontade, se depender deles, eles não vão além da casa para praia e da praia, de volta para a casa. Minha cunhada e o esposo providenciaram o hotel e levaram o casal no final de semana, e Leonardo e eu fomos buscá-los no final de semana seguinte. 
Chegamos em Itapema na quinta-feira para também aproveitarmos um pouco, e levamos Tombinho junto, pois havíamos saído no final de semana anterior para acampar, e meus pais comentaram que Trumbico fica muito triste quando saímos sem ele. Os outros bichos também ficam tristes mas não temos como levar todos e Tombinho já está acostumado com viagens, hotel, essas coisas. 
No hotel em que ficamos não aceitavam cães então, Tombinho passava o dia conosco e de noite dormia no hotelzinho do tio Ari, um hotel e creche para cães. Tadinho! Ficou tão assustado quando o deixamos lá na primeira noite. E eu também fiquei preocupada, nunca havíamos deixado ele sozinho em um lugar que ele não conhecia e sem a gente. Minha sogra ria da minha cara e pediu que eu imaginasse uma mãe deixando um filho humano no primeiro dia de escolinha. Ai, que agonia! E ela também contou o que o Leonardo aprontou nos seus primeiros dias de escola, fazendo a mãe ir todos os dias na hora do recreio,só para vê-la, mesmo que do lado de fora, até que dona Sonja comprou o filho, prometendo um aviãozinho de montar que ele tanto queria. E Leonardo ouvindo a mãe contar, lembrava de tudo, até da cor e do cheiro do aviãozinho! E nem ficou envergonhado ou tentou desmentir! Ouviu tudo com um baita sorriso bobo na cara!  Mas que barbaridade! 
Finalmente amanheceu, chegou a sexta-feira e fomos buscar Trumbico no tio Ari! Não sei quem ficou mais feliz, Tombinho ou nós.
O dia amanheceu nublado, não demorou muito para começar a chuviscar. Pegamos Tombinho e fomos para a estrada. Destino: Joinville! Mais especificamente, na Agrícola da Ilha, uma floricultura especializada em hemerocallis. Farei uma postagem específica sobre a visita a floricultura, que foi um espetáculo!
Trumbico adorou a viagem! Mais paparicado, impossível!
Aqui, o começo da visita na Agrícola da Ilha.
Leonardo tentando fugir da foto em São Francisco do Sul.

Saímos tarde da floricultura, almoçamos em Joinville e seguimos viagem até São Francisco do Sul, um dos muitos lugares que estão na minha lista de "lugares a conhecer" e que continuará na lista, pois só conseguimos visitar o Museu do Mar. A cidade é bem interessante e merece alguns dias por lá para ver tudo com calma.
O feliz casal, juntos há 50 anos!
No sábado de manhã, dia do aniversário de casamento, pegamos a estrada de volta ao Rio Grande do Sul. Já de tarde e em terras gaúchas, fizemos um rápido pit-stop na praia de Rondinha, na casa dos pais do Leonardo, onde estavam Betina e o esposo, filha e genro do casal. 
Tomamos um café da tarde e pegamos a estrada de novo. 
Foto do Leonardo
Família reunida.
Foto do Leonardo.
Pena, que pegamos muita chuva durante todo o passeio, de quinta até a chegada em Nova Petrópolis, onde a chuva no final da tarde, forçou uma parada para fotografia.
Mas nem o tempo ruim estragou o passeio! Foram três dias corridos e muito agradáveis! Foi muito legal participar de um momento tão especial na vida de um casal.
Em breve, postagem sobre a visita a floricultura e outra sobre o Museu do Mar.

2 comentários:

  1. Deve ter sido bem divertido toda essa funçaõ! parabéns ao casal! bj

    ResponderExcluir
  2. Olá Tiane,
    Você está sumida! Espero que esteja tudo bem, só estou passando para te desejar um ótimo final de semana :)
    bjs

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!