segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Mais um bate e volta a Maquiné

 Mais uma folguinha e mais uma rápida ida até o Recanto. É só começar a juntar as tralhas que Tombo, Pinheiro e Brigitte começam a se agitar. Tombo e Pinheiro se enfiaram dentro do carro bem antes da hora de sair e Brigitte fica sapateando na minha volta, me olhando com um olhar ansioso de quem diz "não esquece eu! Não esquece eu!" Não, não esquecemos ninguém! A Kin não foi esquecida, mas não foi desta vez porque era mais um bate e volta, muito pouco tempo para muita função com a bicharada.
Mesmo para pouco tempo, o trabalho rendeu bastante! Leonardo finalmente, fez um tanque para a casa! O tanque de cimento antigo estava abandonado em um terreno baldio e ficou ótimo no Recanto!
Enquanto Leonardo trabalhava na futura "área de serviço", eu preparava o almoço, que foi um yakissoba à moda da casa, ou seja, usa-se a massa que tem em casa com os legumes que tem na geladeira e era isso! E ficou bem bom,modéstia à parte!
Leonardo se deliciando com o almoço.
A sala que sofrerá mudanças em breve. Partes da janela estão escoradas ao lado da cômoda.

Depois do almoço, mal tomamos chimarrão e voltamos ao trabalho. Leonardo trouxe do galpão para dentro de casa, a janela feita pelo pai dele, para que na primeira oportunidade que der, a dita vá para a parede a qual está destinada. Não vejo a hora de ver esta janela na parede e o sofazão que ganhei da minha irmã na outra parede. Fico me imaginando acomodada no sofazão olhando o rio pela janelona! Que beleza!
Além do tanque novo e da pintura que ainda não falei, a outra novidade da vez foi a vinda do meu rádio antigo. Este rádio estava rolando no quartinho de bagunça da casa dos meus pais há anos atrás. Ele estava bem feinho, bem abandonado então, levei para dentro da minha casa e lá, os gatos detonaram com ele, rasgaram o que restava da telinha que tem na frente, arranharam, enfim, ficou pior do que estava. Consegui uma pessoa para restaurar e mandei pra lá. Fiz orçamento, não tinha dinheiro para pagar e o rádio ficou lá por anos e anos, acho que, pelo menos 3 anos. No ano passado resolvi resgatar o rádio de volta, liguei para  o restaurador, que é irmão de uma amiga minha e ele falou:"bah! Andei fazendo uma limpa na oficina e coloquei um monte de coisas fora, que tavam enchendo de cupim e os donos nunca mais vieram buscar. Vou ver se o teu rádio não estava entre os que foram descartados". Ai, que agonia que me deu! Mas o meu radinho nem tinha cupim, que eu me lembrasse... Ufa! Não tinha mesmo e não havia sido descartado! E assim ele foi restaurado, trouxe ele e deixei na casa da minha irmã para que não fosse detonado pelos meus gatos de novo. O rádio passou uma temporada de exatos 1 ano por lá, pois foi no meu aniversário do ano passado que busquei no restaurador, e agora levei-o para seu definitivo lar, a casinha do Recanto, onde pousa, provisoriamente em cima da cômoda.
Depois do almoço, uns descansam.
Outros brincam.
Tombinho pegou uma garrafa plástica para brincar. Brincou sozinho com a garrafa por um bom tempo e a impressão que dava, é que ele estava se divertindo pra caramba! Querido! Isso é que é um cão preocupado com o meio-ambiente, pois o brinquedo dele veio da reciclagem! :-)


A outra novidade da vez, depois do tanque e do rádio, foi a pintura nesta parede. Pena, que não fotografei antes, pouquinho antes, quando ainda tinha uma mesa de fórmica que já estava na casa quando a compramos e estávamos amontoando montes de coisas em cima dela. A aparência daquele cantinho estava um horro! Leonardo tirou a mesa, desmanchou, pois não prestava mais nem para comida de cupim, tirou a prateleirinha que também já tinha na casa, e começou a pintar a parede.


Tombinho cansou e foi descansar no carro.
Brigitte já estava descansando desde que chegou no Recanto...
Assim que terminei a louça, assumi a pintura da parede. Não tem registros fotográficos, mas juro que fui eu quem terminou a pintura de toda essa parede e mais do outro lado dela. Na foto acima, Leonardo está tapando uns furinhos com massa, e na foto abaixo também, tapando os furos no outro lado da parede, em frente ao banheiro.

Paredes pintadas! Aos poucos, a nossa maloquinha vai ficando mais ajeitadinha, mas eu gosto dela mesmo assim! Como disse, ou melhor, como cantou  o Leonardo: "você não vale nada  mas eu gosto de você!"
Essa parede terá duas cores.
As alfazemas estão lindas!
Estas foram plantadas no começo de outubro e são uma variedade diferente da que já tinha no Recanto.
As primeiras alfazemas plantadas, no começo do ano, estão lindas! Já deram flores e resistiram muito bem a estiagem. Descobri que alfazemas são plantas que não requerem grandes cuidados, são super resistentes e lindas, com ou sem flores!

Um comentário:

  1. Como é bom ver as mudanças nas nossas "maloquinhas" amadas. Engraçado é que nesse findi o meu marido também estava colocando um tanque como esse lá em casa...kkk.
    Até nisso somos parecidas.
    Adorei as alfazemas, me deu uma boa ideia.
    Lá em casa as cadelas também adoram garrafas pet. Brincam muito.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!