domingo, 5 de abril de 2015

Sábado de Páscoa

 Sexta-feira da Paixão, aqui começa nossa Páscoa. Acordamos às 4h30 da manhã e não foi para colher macela e sim, para dar apoio moral para o Leonardo que estava saindo para começar mais um plantão. Eu levanto, preparo um café e vou abrir a porteira para ele. Tombinho levanta, vê que não vai passear e volta para a cama. Só falta dizer "mãe, me acorda na hora do café!". Criamos um monstro!
Ainda pela manhã, Tombinho e eu participamos de uma sessão de fotos para um anúncio de Páscoa. Recortei rapidíssimo, umas orelhas de coelho e um pequeno cartaz com uma mensagem e temos um Tombinho da Páscoa para desejar boa Páscoa para os amigos do Face. Claro, que houve toda uma produção e paparicação do modelo que só reclamava que estava com sono porque teve que madrugar. Depois de muitas fotos, conseguimos aproveitar alguma coisa para o tal anúncio.
O resto da sexta-feira foi dedicado a confecção de biscoitos e bolos para o sábado de Páscoa, já que a família decidiu confraternizar no sábado, em Torres. Torres fica mais perto para mim e para minha irmã, que vem de Floripa. 
 Fiz biscoitinhos para a mãe presentear os colegas de coral, mais conhecidos pela "turma da naftalina", como ela mesma chama o coral dos aposentados do qual ela e o pai participam.
 Fiz um bolo para tomar café com a mãe.
 E depois de muito quebrar a cabeça pensando no que fazer para meu pai, meu irmão e cunhada, resolvi arriscar e fazer um bolo sem açúcar e sem lactose.  Meu pai é diabético e meu irmão e a esposa, intolerantes a lactose. Um bolo para cada ia ser demais então, resolvi fazer uma receita e dividir em dois, mas tinha que ser sem açúcar e sem derivados de leite. Tentei fazer um bolo Toalha Felpuda substituindo os ingredientes proibidos. No lugar do açúcar usei adoçante, no lugar da manteiga, óleo. Substituindo o leite de vaca, usei o creme de leite de soja com o leite de coco. Fotografei os ingredientes para provar, em caso de dúvidas dos presenteados, que o bolo era diet mesmo.
 Meu maior medo era que os bolos não crescessem, o que não aconteceu. Ufa! Cresceram, coloquei a cobertura de toalha felpuda e agora era esperar a opinião pública para saber se o textura e gosto aprovariam. 
Sábado de Aleluia, acordei às 5h30 para alimentar a bicharada e pegar a estrada o quanto antes para tomar café com mamã, em Torres. A foto acima foi clicada às 6h05, a lua cheia estava se pondo atrás do morro e ainda refletindo no rio. Um espetáculo de visual!
Ainda estava escuro e tirei várias fotos mudando o módulo na máquina. Não lembro bem a ordem das duas primeira, mas acho que foram no "paisagem" normal e "crepúsculo/madrugada".
E esta foi no módulo "retrato noturno", às 6h07, e a lua já estava quase toda atrás do morro.
Foram três fotos tiradas neste módulo, todas estão marcando 6h07 e a lua se esconde rapidinho. 
Quando tenho que sair cedinho, tento fazer tudo bem rápido para sair o quanto antes mas não me arrependi de ter parado cinco minutinhos para fotografar este espetáculo da natureza. 
Terminei o que precisava, carreguei o carro com os bolos, biscoitos e guloseimas para presentear, troquei de roupa e subi a lomba. Tranquei a porteira orientando a cachorrada para se comportar, não se enfiarem no mato procurando cobras, deixarem ouriços, pássaros e vizinhos em paz e o sempre mentiroso "a mãe já volta", mas eu corrigi: "volto no fim do dia, mas volto!"
6h39, menos de cem metros de estrada depois da porteira,outro espetáculo da natureza para saudar meu começo de dia: o sol nascendo na Lagoa dos Quadros!
Tive que descer do carro para fotografar, valia a pena mais uns minutinhos de atraso.
Enquanto fotografava, matutava com meus botões que bênção ver aquela lua cheia maravilhosa se despedindo e refletindo no rio e, em seguida, um nascer de sol como aquele! Vi muitas luas, pôr de sol e nascer de sol bonitos lá em Porto Alegre, mas nada comparado ao que vejo por aqui.
Volto para o carro, ando mais alguns metrinhos e do outro lado da estrada, mais uma cena que vale a pena um registro!
Dona  Garça comodamente pousada no lombo da dona Vaca.
E mais ao lado, mais um flagrante.
O bezerrinho tomando seu café da manhã bem quentinho! Eles nem se importaram com a minha presença, todos continuaram fazendo suas tarefas: o bezerrinho mamando, a mãe ruminando um naco de capim enquanto alimenta o filho, a outra dona Vaca pensando na vida e a dona Garça fazendo nada, de carona.
Detalhe dos primeiros raios de sol batendo no pé do morro, bem ao lado da dona Vaca. Estes detalhes podem não dizer nada para muita gente mas é tudo o que eu preciso para começar bem um dia e agradecer à vida!
E feliz assim, só lamentando a ausência do meu personal motorista e do Trumbico, segui viagem até Torres, onde parei numa padaria para comprar um pão novinho, e fui tomar café com papis e mamis antes da chegada do restante da família.
 Meu irmão e cunhada chegaram cedo, vindos de Porto Alegre, e já saíram de novo para dar uma remadinha. Até consegui fotografá-los com o super zoom da minha máquina. 
Em seguida chegaram os manézinhos de Floripa, minha irmã, cunhado e os sobrinhos, Marina e Marco. Meu cunhado gostou do zoom da minha câmera e ficou fotografando com ela até acabar a bateria da dita.
 Ele fotografou o movimento na praia no último final de semana oficial de veraneio. Depois da Páscoa, os últimos salva-vidas da Operação Golfinho se retiram das praias, as lojas e restaurantes de veraneio que permaneciam abertos, fecham suas portas, e boa parte da gauchada passa a fazer passeios para a serra, transformando a maioria das praias gaúchas em cidades-fantasmas. Este é o movimento, principalmente dos porto-alegrenses: lotam a auto-estrada Free-way nos meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março. E agora lotam o Brique da Redenção e a BR 116, que os leva para a serra.
 Com a bateria da câmera carregando, acabei não tirando fotos do almoço e da família, mas com as  fotos dos molhes de Torres e do Tombinho de Páscoa, termino esta postagem desejando a todos uma feliz Páscoa. A minha Páscoa foi ontem, junto da família. Hoje, domingo, estamos de ressaca (de tanta comida pois não bebi nadinha), eu e o dia, que está cinzento, bem diferente de ontem. 

9 comentários:

  1. Lindas fotos, como sempre! Também penso assim: muitas coisas que são super valiosas para mim, uma luz, uma árvore, um pássaro, não dizem muito ou nada para algumas pessoas. Ainda bem que existem pessoas da mesma tribo, que valorizam estas bençãos. O Tombinho de Páscoa está hilário hehehe

    ResponderExcluir
  2. viajei por algumas semanas e estava com saudades dos teus textos divertidos, fotos do paraíso e da bicharada.
    o tomboelho está ótimo!
    bom finzinho de domingo cinzento e abs!

    ResponderExcluir
  3. Mas o TOMBINHO FICOU LINDO!!! foia estrela desse post... kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Tudo de bom mesmo. Começar um dia/viagem com estes flagrantes não tem preço!
    O Tombinho ficou uma peça rara de coelhinho.
    Um abraço!
    Egléa

    ResponderExcluir
  5. Oh, esse Tombinho é uma figura...ficou lindo de coelhinho sonolento...hehehe...

    Seu dia foi bem recheado!!

    O bolo ficou lindo e aposto que agradou a todos.

    As fotos são de tirar o fôlego...ahhh...a natureza em festa!!!

    Amei todas!!

    Querida, uma semana bem bonita para vocês aí no Paraíso...ahhh...espero que seus filhos não tenham feito artes na sua ausência...

    Aqui quando viajo, tenho que levar todos para o hotelzinho, senão ficam uivando dia e noite, alarmando a vizinhança.

    Sorte que encontrei um hotelzinho onde eles ficam soltos no quintal com muita terra e espaço.

    Eu detestaria vê-las em gaiolas.

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  6. Eita q eu tava com uma saudade daquelas...chegar aqui no recanto é garantia de sorrisos e tbm da sensação de q cheguei no cantinho de amigos.
    Sair cedinho é presente na certa , as maravilhas q nos rodeiam amanhecem com todo vigor e feliz daquele q consegue captar as belezas...fotos lindas!
    Tombinho uma graça , esse bichinho é uma onda (como dizem por aqui )
    Abços Afetuosos Mª Morais.

    ResponderExcluir
  7. Tiane, que lugar é esse? Que sonho!
    Como Deus é generoso com a gente, né? Só não aproveita quem não quer.
    Jamais eu trocaria isso tudo por uma cidade grande.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. rsrs criaram um monstro! rsrs tadinho rsrsrs. Que monstrinho mais fofo! rsrs adorei a produção... e ele deixou bem claro que "tá com sono!" rsrs. Enche ele de lambeijos por mim.
    Turma da Naftalina rsrs adorei!!! E esse bolo tá com uma cara tão boa... pena não dar pra roubar um tiquinho aqui. E aí, aprovaram os bolos? Como é essa tal cobertura toalha?
    Que fotos lindas!
    kkkkkkkkkk num guentei o "a mamãe já volta" rsrs é o que falo todo o dia qdo saio pra trabalhar e volto só no começo da noite rsrsrs. Mãe é tudo igual mesmo!
    Como vc disse, essas paisagens podem passar batidas ou sem significado para muitos, mas é o que me faz ver o poder de Deus e o quanto somos insignificantes perante tanta beleza. Tô aqui só suspirando e meu sonho é morar num lugar assim, cercada por natureza por todos os lados.
    Adorei passear com vc! Já disse pro marido que local ideal pra morar, na minha opinião seria um local onde a mata ficasse na frente do terreno e a praia atrás, ou vice-versa rsrsrs. Será que um dia Deus me presenteará com isso?
    Que sua semana seja maravilhosa. Lambeijos na tropa toda, abraços esmagadores.

    ResponderExcluir
  9. Que registo lindo desse fim de semana de Páscoa. Nada como celebrar em família. Mas o que eu adorei mesmo foi esse começo de dia em consonância com a natureza. Como é abençoador. A nossa alma ganha vida e o mundo parece que fica sem problemas...

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!