quinta-feira, 1 de junho de 2017

Um dia de chuva.

 Emoção é o que não falta no Recanto. Depois de uma semana agitada, a quinta-feira não foi diferente.
O Leonardo bateu a foto acima pela manhã, logo após eu ter alimentado a bicharada, limpado gatil, tudo abaixo d'água! Era hora de levar a Kin para a rua e ele disse que eu parecia uma berinjela, toda de roxo! rererere
 Esta foto foi tirada pelo Leonardo, bem cedo. Havia chovido a noite toda, mas uma chuva fraca e constante. Os sítios dos vizinhos estavam alagando, o que é normal quando chove um pouco mais que o normal.
Mas, logo após a função da bicharada e do Leonardo ter me fotografado fantasiada de berinjela, a chuva aumentou consideravelmente, e a água invadiu a varanda, na frente da casinha. Comecei a abrir as valetas por onde a água deve escoar, algumas estavam trancadas por plantas.
Tudo certo! Tirei a água da varanda com a vassoura, a chuva diminuiu e pensei em tomar um banho quente de chuveiro, já que a chuva havia diminuído e eu havia sido promovida para berinjela ensopada.
Eis que, antes que eu mudasse do pensamento para a ação, a chuva aumentou. Aumentou mais do que na vez anterior, era muito volume de água! A lomba do sabão, o caminho dos carros até a casinha, virou uma cachoeira. Quando o Leonardo bateu a foto acima, o volume de água já havia diminuído. É sério! Tinha muito mais água descendo a lomba do sabão, do que aparece nesta foto. Eu ainda falei para o Leonardo, que ele podia pegar o caiaque e descer aquela corredeira.
E desta vez, não teve valeta, nem vassoura que impedisse a água de entrar na nossa casinha. Foi um terror! A água começou a entrar, só deu tempo de eu pegar as caminhas da bicharada, com eles dentro, e jogá-los em cima do sofá.
video

Estes dois vídeos foram feitos, depois que a chuva diminuiu um pouquinho, e depois que eu já tinha tirado um pouco de água de dentro de casa.
video

 Do jeito que eu "joguei" a bicharada no sofá, ele ficaram! Impressionante! Ninguém se mexeu! Não sei se foi porque eles viram que o chão estava alagado, ou se eles se assustaram com os meus gritos. rererere 
 Passado o susto, a chuva diminuiu mas não cessou.
E mais para o final do dia, os campos dos vizinhos estavam assim, tomados de água, quase virando uma coisa só. Conseguem perceber a diferença desta foto, com a que o Leonardo tirou no começo da manhã, no início desta postagem?
Eu nunca vi um volume de água tão grande como este! Foi assustador!
Ainda bem, que a salamandra estava acessa e qu tudo aconteceu com a luz do dia. 
Com esta, consegui sentir um pouquinho, o que as pessoas que têm suas casas invadidas pelas águas, sentem, nos períodos de cheias. Senti um pouco, porque, apesar do susto e de toda a situação desagradável de ver a água invadindo a casa, tudo ficou bem e nem se compara com quem tem que sair de casa para não se afogar.
Foi a segunda vez que a água da chuva invadiu a casinha.  Que bom, que acabou tudo bem!

2 comentários:

  1. Felizmente nunca me vi numa situação dessas, deve ser bem assustador, pois contra as forças da natureza é muito difícil e em certas alturas impossível, lutar.
    Ainda bem que tudo terminou em bem, nem quero pensar no tamanho sofrimento de quem vê as suas coisas destruídas por intempéries.
    Gostei muito do seu blogue, irei começar a divagar por aqui.
    Bom fim de semana
    Beijinhos de Portugal
    Maria

    ResponderExcluir
  2. Pois é minha amiga... foi como eu te disse, acabamos sentindo um pouco e nos assustamos tanto. Não há como não se compadecer com os que tem tudo levado e destruído pelas águas.
    O barulho da chuva estava alto e os peludos rsrs, nem se mexeram, ficou legal o vídeo. Tipo assim: eu que não vou me molhar...
    Por aqui está chovendo desde ontem. E à noite, tivemos raios, trovões e pancadas fortes. A Cocada, quando o tempo está assim, nem quer ficar lá fora. Saiu pela manhã e quando entrei pra fazer minha via sacra final antes de sair, ela já correi e se aninhou no seu cantinho.
    Fico com pena dos peludos que ficam na rua. Estou cuidando de mais ou menos 7 (tem dias que todos aparecem, tem dias que não...). Eles ficam embodocados nos locais que a água não bate, mas ficou com pena de passarem frio, pois ficam no chão... Alguns vão para casa de vizinhos, outros ficam pela rua. Se eu pudesse, recolheria todos, não gosto de vê-los nos cimentados.
    Berinjela é bom! Pelo menos não te chamaram de Chuck rsrs, o Brinquedo Assassino. No final de semana, quando saio para alimentar a cachorrada na rua, coloco um agasalho por cima da roupa pq eles pulam e me sujam, ainda mais qdo o tempo está assim. Aí eu estava com um macacão velho dentro de casa e fiz a mesma coisa - coloquei a calça e a blusa véia por cima antes de sair na rua. Aí encontrei o veterinário que é vizinho e ele disse "Hoje vc está de Chuck!!!" rsrs :( . Eu contei pro Silas e ele não aguentou... Eu disse "tá vendo? Vc me deixa sozinha por aí e são essas cantadas que eu levo rsrs".

    Será que aqui para de chover antes de parar aí? Espero que fique tudo bem.
    Abraços esmagadores pra vc e Leonardo e lambeijos na tropinha toda.

    Feliz dia.

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!