domingo, 1 de julho de 2018

Um Projeto por Mês - Missão Trapiche

E lá se vai junho, e lá vem mais uma edição do "Um Projeto do Mês", a brincadeira idealizada pela Bruxinha Márcia do blog Poções de Arte, que visa a conclusão de algum trabalho encalhado, ou a concretização de algum projeto sonhado, seja artesanato, culinária, jardinagem, decoração. 
O meu projeto do mês vai sair do que costumo apresentar, dos trabalhinhos artesanais, e vai para o projeto sonhado, que é a reforma no trapiche do Recanto.
O trapiche do Recanto foi construído pelo Leonardo, que foi fazendo aos poucos, mas fez, todo ele, sozinho, Fiz uma postagem sobre este trabalho do Leonardo aqui.
O tempo passou e o trapiche foi se estragando. Há algum tempo que precisávamos reformá-lo e com a Remada de Inverno se aproximando, esta preocupação foi aumentando. Leonardo não teria tempo para fazer isso sozinho e resolvi pedir ajuda para os amigos, criando um grupo no "whats" com os amigos de fé e que gostam deste tipo de empreitada, trabalho pesado e com madeira. Inicialmente, criei o grupo sem o Leonardo. Expliquei aos amigos a razão do grupo e só então, adicionei o Leonardo ao grupo. Foi uma surpresa que deu certo, pois os amigos não ajudaram apenas no trabalho braçal. A troca de ideias sobre como fazer esta reforma e o material a ser utilizado rendeu muito!
O amigo Demathé, que mora em Tubarão - SC, conseguiu as madeiras e as bombonas por um preço muito bom!
As madeiras chegaram em maio ainda, num dia de chuva. O mutirão seria realizado no final de semana seguinte à chegada das madeiras mas, estourou a greve dos caminhoneiros e não aconteceu. Ficamos preocupados, pois teríamos apenas dois finais de semana antes da Remada de Inverno para  trabalhar no trapiche.
A postagem vai ficar enorme porque tem muitas fotos e foi difícil selecionar poucas, já que, todas elas demonstram toda a dedicação dos amigos. Vou tentar escrever menos para compensar as imagens. 

Madeiras chegando no Recanto

Missão Trapiche - Parte I
Sábado (09/06/2018)
O frio não assustou os amigos, que chegaram cedo no sábado, e começaram os trabalhos carregando o material (madeiras e bombonas) para a beira do rio.
Foi um bom aquecimento para começar!
O dia estava lindo! Sol e céu azul!
O trabalho em equipe fluiu rapidinho!
Não estava definido ainda, se o trapiche novo seria feito em cima do velho, ou o que...
Mas, vejam o estado do trapiche velho!
Foto do Leonardo
E decidiu-se por retirar todo o velho e fazer o novo do zero!
Assim ficou, sem trapiche!
Estrela apareceu para conferir os trabalhos!
Demathé veio de Santa Catarina e seu Pedro veio de Camaquã.
Haja martelo para tanta vontade de trabalhar! 
O pessoal combinou de assar uma carne para o almoço. Eu faria algo para os vegetarianos seu Pedro, Letícia e eu. Um dos amigos, que assaria a carne, não pode vir e acabou sobrando para o irmão da Letícia, o secretário, também conhecido por Luciano. Ele tem 14 anos, veio passear com a irmã e o cunhado Ramon, e acabou assando o churrasco para o pessoal. Foi a salvação dos carnívoros! :)
Estrela na fiscalização e eu fotografando... 
Após uma semana de frio, o sol veio com tudo naquele sábado!
Os módulos do trapiche iam sendo montados e empilhados para irem para a água.
Ramon serrando as pontas para emparelhar.
Tombinho sempre ajudando! Desta vez, fazendo a vez de peso morto! :)))
Módulos sendo alinhados na água.
Bombonas para a flutuação.
Mangueiras de incêndio velhas, foram colocadas por baixo para manter os módulos alinhados.
As mangueiras não servem mais para combater incêndios, mas são fortes e são de grande utilidade por aqui.
Cláudio abrindo caminho para o novo trapiche, que ficou mais largo que o anterior.
Bombonas sendo colocadas embaixo dos módulos por nossos amigos "catarinas" Demathé e Ricardo.
O mutirão continuou no preparo do jantar com todo mundo picando legumes para o sopão.
Seu Pedro, que é vegetariano, trouxe legumes picados de casa!
Foi o primeiro "grande evento" da casa nova, que ainda não está 100% mas passou no "test-drive", abrigando 10 pessoas para o pernoite! Foi muito divertido!

Missão Trapiche - Parte II
Domingo (10/06/2018)
Esqueci de contar um detalhe, que todos os participantes do mutirão são remadores. Alguns haviam combinado de acordar às 5h30 para remar até a lagoa para ver o sol nascer mas, acordamos na madrugada com relâmpagos e trovoadas, ou seja, não saiu remada!
Mas o café da manhã não decepcionou! Foi um banquete com pães e cucas!
E nem o frio e a chuva assustaram nossos intrépidos trabalhadores!
 Solaço no sábado! Frio e chuva no domingo!
Seu Pedro é incansável!
Leonardo vestiu a roupa de imersão que é para remar.
Mas, desta vez, não remou...
O chapéu não era para proteger do sol e sim, dos pingos de chuva.
No sábado tivemos a presença do Alex, que não ficou para o domingo. E no domingo, o amigo Carlos, vestindo a calça roxa, saiu de casa cedinho, distante mais de 130 km, abaixo d'água, e veio ajudar o pessoal conforme prometido.
A chuva foi parando no decorrer da manhã.
Mas ficou o frio e a água gelada!
E o seu Pedro não pára!
Ao lado da Estrela está a Letícia, que martelou muito no sábado e no domingo, com chuva e a mão dolorida, me deu uma baita mão na cozinha preparando o almoço para todos! 
Mas o almoço só aconteceu depois das 15h30, pois preferiram terminar tudo logo.
Meus sinceros agradecimentos aos amigos Demathé, Ricardo, seu Pedro, Letícia, Ramon, Luciano, Xirú, Cláudio, Alex e Carlos, que vieram no mutirão. E ao Pablo, Leonardo Lenzi, Stella e Guilherme, que não puderam vir mas, ajudaram de outras formas, como na ação entre amigos que fizeram escondidos de mim e do Leonardo, para pagar as bombonas e as dobradiças. Muito obrigada mesmo!
Claro, que teve caiaque na água!

Missão Trapiche - Parte III 
Sábado (16/06/2018)
 Na semana seguinte ao mutirão, no sábado, o amigo Demathé viajou de novo, de Tubarão, em Santa Catarina, para cá, para trazer as dobradiças que ele mandou fazer por lá.
Estas são as dobradiças. 
 Eu já tinha gostado do trapiche sem as dobradiças mas, à medida em que Demathé e Leonardo iam colocando as ditas, eu ia me apaixonando mais e mais pelo trapiche!
Desta vez, só trabalharam Leonardo, Demathé...
 ... e Tombinho, claro! Trumbico não desgrudou dali o dia todo, especialmente na hora do pastel!
  Leonardo passou a maior parte do dia assim, deitado no trapiche...
Mas não estava curtindo o sol, não! Enquanto Demathé alinhava os módulos e fazia os furos para os parafusos, Leonardo ia apertando os parafusos por baixo do trapiche e com a mão na água gelada. O dia estava lindo mas frio e com um ventinho congelante!
Está aí o meu figurino que comprova a sensação térmica!
 Desta vez foi Trumbico que ficou na fiscalização.
 Fiscalização do sono dele...
 ZZZZZZZ...
 Tombinho: "Ôpa! O que estou vendo???"
 "Uma almofada!"
 " Mas que trapiche chique! Até almofada fofinha tem!"
E foi assim que aconteceu a Missão Trapiche! Com a ajuda de amigos de fé! 
Vocês podem estar se perguntando o que foi que eu fiz, já que não apareço pegando no pesado em nenhuma foto... é verdade! Não peguei no pesado como os demais, mas fiz a minha parte criando o grupo e auxiliando no planejamento, cozinha e outras coisinhas. 
Antes
Depois!
Gente... este trapiche ficou muito lindo!!!
Missão cumprida! 
Testado e aprovadissímo na Remada de Inverno que aconteceu no findi passado.
Na foto, Bélen, remadora da Argentina que participou da Remada, no final, com Trumbico no colo!
E este foi o meu projeto da vez! Não peguei no pesado mas, nosso mês de junho foi isso: trapiche e Remada de Inverno.
E a Missão Trapiche se encaixa muito bem na brincadeira da Bruxa, pois era algo que estava para ser feito há meses e aconteceu! 
Desculpa pela postagem gigante mas não tinha como colocar poucas fotos!
E as fotos são na maioria, de minha autoria. Algumas são dos amigos que participaram do mutirão mas, como compartilhamos as fotos no grupo, não sei identificar qual foto é de quem.

Abaixo, atualizarei os outros trabalhos durante a semana.
E até a última sexta-feira de julho!

Bruxa com Palestra

8 comentários:

  1. Caramba! Que trabalhão!!!
    Fiquei feliz e emocionada ao ver a união da galera. Isso é tão "sem palavras". Ver que todos colaboram para um bem maior pelo simples prazer de estar junto ajudando. Parece outra época...
    As fotos estão lindas e o trapiche novo ficou show!!!
    E não podia ser diferente com a fiscalização acirrada rsrs. Amei a foto do peludo safado em cima do Leonardo rsrs. Eles fazem isso com o Silas também, quando ele deita no chão ;-).
    Trabalhão realizado e bem em cima da hora né? Não podia ser melhor!!!
    Parabéns a todos os envolvidos. Sinceramente, fiquei emocionada com essa demonstração de amizade e a casinha nova retribuiu todo esse carinho na hospedagem e alimentação!

    Caverna atualizada.
    Obrigada por participar novamente com este lindo post.
    Abraços esmagadores e lambeijos na tropa toda.

    ResponderExcluir
  2. Tiane,
    É nessas horas que sinto orgulho de ser brasileira.Que povo prestativo e unido,é da nossa cultura mesmo.Se fosse aqui 3 mandavam,3 davam palpite azedo,3 fiscalizavam e só um trabalhava...kkk...Ficou muito bom o trapiche,eu nem sabia que chamava assim,por mim era deck flutuante,sei lá,abafa.Que delícia o frio do sul e ainda mais com sopão,eu amo.Adorei a foto com todos a mesa e o café da manhã,nem vou comentar,senti até o cheirinho do pães :)
    Faça uns baquinhos aí também,prá colocar na varandona.Dá um cata nas cadeiras da sogra,da mãe...kkk...Fala que tão mancas e leva para o recanto...kkk...
    Besitos e tenha uma semana abençoada

    ResponderExcluir
  3. Nossa,que trabalho dá para fazer um trapiche,realmente ele precisava ser trocado e ficou ótimo!Eu morria e não sabia que isso tinha esse nome. Nada como ter amigos não é? BJSS.

    ResponderExcluir
  4. Amigos são nossa maior riqueza.São a família de coração. Ainda vou te conhecer pessoalmente. Adoro tuas postagens. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Que trabalheira, Tiane! Mas com a união e ajuda dos amigos, fica mais fácil e dá gosto ver terminado.
    Que peludos folgados, rsrs!
    Obrigada pelo carinho lá no meu cantinho. Tenha uma ótima semana! Bjos.

    ResponderExcluir
  6. Uau! Que trabalheira! Ficou lindo, adorei as fotos e a união de vocês. Se morasse por aí, faria uma visitinha rsrsr Parabéns mil vezes.
    blogjoturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Tiane, eu estou encantada com tudo, com a solidariedade dos amigos, com a paisagem do lugar que é linda e bem diferente daqui do interior paulista, com o seu espírito de liderança, com os termos usados (não sabia o que era trapiche nem bombonas - aqui chamamos de tablado e galões, respectivamente), com as comidas, com o campeonato, enfim com tudo. E o trapiche (ou tablado) não ficou lindo, ficou sensacional!
    bjk
    PS. qualquer dia quero te visitar, posso?

    ResponderExcluir
  8. OI Tiane!
    Que linda reportagem! Cómo os seus amigos ajudaram. O trapiche debe ser o que chamamos por aquí, embarcadero né? Ficou sensacional!
    Adorei a ficalização do Tombinho e da Estrela! Beijinhos

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!