sábado, 27 de abril de 2013

O Recanto nos primeiros dias de janeiro

Da série, "postagens atrasadas"...
Tanta coisa aconteceu no Recanto do início do ano pra cá, que a minha vontade é postar logo as últimas fotos, mas vou conter minha ansiedade e, como diria o velho Jack,"vamos por parte" e por ordem de acontecimentos. 
No comecinho de janeiro, lá nos primeiros dias mesmo, Leonardo, eu, Tombinho, Brigitte, Pinheiro e Kin passamos mais uns dias por lá. Estávamos amadurecendo a ideia de arrumar a casinha, já que não temos dinheiro para construir uma nova lá em cima. Lá em cima, para quem não conhece o Recanto, é a frente do terreno, a parte mais alta. A casinha fica bem para os fundos, na parte baixa. então, como ia escrevendo, a casinha estava precisando de uma boa reforma. Tinha que trocar as telhas, pois as que tinham eram de 4 mm, muito fininhas, e estavam parecendo uma peneira, cheia de goteiras! As janelas de lata não abriam direito e só trancava com arame.O piso estava todo quebrado, da parede da cozinha podia-se ver a rua através de um baita vão. Metade do chão do quarto era um buraco e por aí vai. A musiquinha que a gente costumava cantar para a casa era: " Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada..."
Mesmo com todos esses probleminhas, Leonardo e eu sempre gostamos muito dela! Podíamos ficar dias lá, que sempre foi uma curtição!
Cada ida ao Recanto é trabalho na certa! Sempre fazemos alguma coisa pela casinha e por nós, que sem dinheiro e definição passamos a fazer pequenas coisinhas para tentar melhorá-la, como pintar algumas paredes e o banheiro. A postagem sobre a pintura do banheiro pode ser vista aqui.
Desta vez, acho que a "grande" obra foi a operação tapa-buraco do quarto. Finalmente, Leonardo conseguiu terminar de fechar aquele buracão. A casinha tinha três quartos e um deles era nesse pedacinho onde tinha o buraco e era a única peça da casa onde o piso era de madeira, que estava todo podre e que foi retirado pelo Leonardo e o pai dele, na primeira mexida na casinha. Para ver como era a casinha logo que compramos, é só clicar aqui.
Então Leonardo tapou o buraco do quarto e Pinheirinho e Tombinho aprovaram a obra, que ficou apenas com brita. O contra-piso seria uma segunda etapa, sabe-se lá quando... mas só não ter mais aquele buraco, já era uma grande coisa!
Esta foto eu tirei por causa desta prateleirinha que já tinha na casa, que eu gostava tanto e nos foi bastante útil até o momento. Mas Leonardo a tirou dali para poder pintar a parede. Ela ficava ao lado do fogão e embaixo de um armário aéreo, cujas portas não fechavam, mas era onde guardávamos alguns mantimentos, dá para ver bem os dois, nas duas primeiras foto desta postagem.
A grande maioria das madeiras da casa estão super boas, por isso resolvemos ir pintando para melhorar um pouco a aparência por dentro. Além do banheiro, eu já tinha pintado a parede do corredorzinho e parte do quarto. Podem conferir isso aqui. Que delícia que é arrumar a casinha da gente! Pode ser a casinha mais simplisinha, mas é a nossa casinha!
Nesta parede vazia, ao lado deste fogão charmosérrimo, que já estava na casa quando a compramos, estava a prateleira que eu tanto gostava. E o fogão também, eu adoro! Bem antiguinho!
Recebemos a visita do nosso amigo Márcio, da cidade vizinha de Osório, e que havia ido lá para remar com Leonardo, mas ele trouxe junto a chuva e acabaram não remando. Ficaram só no cafézinho, vendo a chuva cair lá fora.

6 comentários:

  1. Um amor e uma cabana!!!
    é tudo tão gostoso, não precisa de luxo para ser feliz, uma renovada na pintura e o visual é outro...coloca as prateleirinhas de volta ..eu acho um charme essas prateleiras, vou colocar la´na mimnha casa do mato...

    amo uma rede...delícia!
    boa semana!
    bjsssss

    ResponderExcluir
  2. Que lugar lindo. Vocês estão construindo um paraíso, depois não vão mais sair dai. Gosto muito de Maquiné. Tenho amigos na Barra do Ouro. Ali tem sítios lindos. Tu quando viesse em Osório deves ter passado em frente ao meu trabalho. É na rua do banco do Brasil.Quando vir aparece aqui na Sulprinter.
    Eu adoro ficar em casa cuidando do jardim e plantando flores, a terra ai em Maquiné é muito melhor que aqui em casa, nosso solo é areia pura, nada cresce aqui. Enquanto que ai tudo vira uma mata né.
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. Ti querida, adoro estas postagens da casinha que tanto adoro!!!
    Eu amo estas madeiras, a rusticidade, tudo!
    Tenho certeza que vocês já fizeram muitas coisas aí, que ainda postarás, e que farão muito mais!
    Este lugar me passa muita paz, deve ser lindo de viver!
    Beijossssssssss e uma linda semana pra ti!
    Vero

    ResponderExcluir
  4. Olá amada linda! Que lugar maravilhoso para respirar... amo a simplicidade do campo. Minha filha diz que na outra vida eu devia ser india porque vivo mechendo na terra e meu passa tempo preferido é estar lá na beira do riacho, no meio do mato e se eu pudesse moraria por lá kkk. Um dia eu vou hehe! Seu recanto é tudo de bom e com certeza vai virar um paraiso, um cantinho muito especial que você e Leo. Irão viver a verdadeira felicidade. Parabéns querida. Se eu pudesse também iria lhe visitar e me sentar nesse alpendre para tomar um belo chimarão... Beijos e fiquem com Deus!!

    ResponderExcluir
  5. Ei! Que cantinho gostoso! Quando morei no Rio de Janeiro, tive, por cerda de 19 anos uma casinha (a minha era alugada) em S.Pedro da Serra/Nova Friburgo que era meu pedacinho de paraíso. Fugia para lá sempre que podia (praticamente todos os fins de semana e férias) e, este seu recanto, me lembrou muito esta casinha... Adorei seus bichos, a história do bem-te-vi vaidoso, as aventuras aquáticas do maridão...
    Um abraço!

    Egléa

    ResponderExcluir
  6. Oi Tiani, é a Vi, tínhamos uma chácara que quando compramos estava muito pior, íamos para lá fazer "expedição", era muito bom, depois fomos reformando, e ela ficou ajeitada, mas como não morávamos lá tivemos que vender, pois estava acontecendo muita invasão de terra.
    Lá tinha um visual lindo, mas não chegava "aos pés" do seu visual, esse rio..perfeito.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!