segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Pintando o banheiro do Recanto e outras coisinhas

Da série "atualizando postagens"...
No comecinho de dezembro/2012, Leonardo e eu demos mais uma fugidinha rápida até o Recanto para ajeitar mais algumas coisinhas e a vítima da vez foi o banheiro.
A casinha do Recanto é uma graça mas está precisando de muitas reforminhas e o banheiro é uma das peças mais feinhas por isso, para tentar amenizar um pouco a feiurinha do coitado, resolvemos pintar os azulejos.
Estávamos que era pura empolgação com a pintura. Compramos uma lata com dois tubinhos de catalisador que teria que ser misturado na tinta.
De manhã cedinho lavei as paredes do banheiro e tomei um suador daqueles, pois estava muito quente e pela janelinha do banheiro só entra mosquito, marimbondo e perereca. 
Depois do almoço conferimos se as paredes estavam sequinhas e pegamos a lata de tinta. Acho que o atendente da loja não nos explicou direito a proporção de tinta e catalisador, pois a mistura empedrou em poucos minutos.
Almoço: arroz, feijão, purê de mandioquinha e misturéba de legumes refogados.
Não pintamos quase nada com aquele tanto de tinta. Leonardo ficou furioso! Só tínhamos metade da lata de tinta para usar e resolvemos arriscar colocando menos catalisador desta vez e assim deu certo!
Numa pausa para descanso e para matar a sede, tomamos uma cervejinha e Leonardo começou a delirar. Olhando para a parte alta do Recanto, onde um dia pretendemos construir a nossa casinha do sonho, Leonardo balbuciou que estava vendo a nossa casa lá em cima... tadinho! Ou a cerveja fez um efeito ultra-rápido, ou o calor afetou as ideias dele.
Leonardo vendo coisas... tadinho!
Ah, claro que a cachorrada foi junto: Tombinho, Pinheiro, Brigitte e Kin. Leonardo tirou umas fotinhos muito bonitas da Kin. Olhando assim, nem parece que ela é ceguinha.
Detalhe da língua roxa dela, que deve ter algo de Chow-chow no sangue.
E finalmente conseguimos terminar a pintura do banheiro. 
A porta já havia sido pintada de branco em outra oportunidade e o banheiro ficou verdinho.
Aos poucos vamos ajeitando a casinha. O piso tá bem feinho também, mas por enquanto, vamos deixar ele quietinho.
Não lembro o quê fui fazer lá em cima quando encontrei um dos lagartões lagarteando nas madeiras. São, pelo menos três lagartos que têm ficado por lá, um pequeno, um médio e esse grandão. Ele até que ficou quietinho para que eu fotografasse ele. Tenho deixado ovos por lá, para fazer amizade com eles e assim, quem sabe, as cobras ficam longe do Recanto. Não tenho nada contra cobras, gosto muito delas, bem longe de mim. Morro de medo de cobra! Amo os lagartos!
Ainda deu tempo para pintarmos o forrinho do banheiro.
Bem melhor assim, né?!
Acho que estou começando a entender um pouco o Pinheirinho, o tapete mágico. Ele gosta tanto de ficar embaixo das coisas (mesas, cadeiras), que se deu mal quando achou que poderia ficar embaixo de um ônibus. Acabou atropelado e perdeu uma patinha traseira e essa tragédia na vida dele acabou nos unindo para sempre, pois acabei adotando esse "border-lata".
No embalo das pinturas, no dia seguinte pintamos mais um pouco da parede da sala/cozinha. 
Trouxemos um armário que sobrou da mudança da minha irmã, para colocar os produtos de limpeza que estavam jogados pelo chão. Por enquanto, o tal armário ficou na sala, pois não tem área de serviço na casinha, mas isso é provisório!
Depois do almoço do nosso último dia no Recanto, que foi bolinho de batata, tivemos direito a um descanso. Agora, satisfeitos com o resultado da pintura do banheiro.
Tombinho e seu dono de estimação.
Que vida mais ou menos!
Foto do Leonardo
Final de tarde no Recanto, sempre belo!
Fotos do Leonardo

Um comentário:

  1. Nossa o que uma tinta não faz pelo banheiro. Ficou muito bom.Adorei o resultado.
    Essa vista é linda, deve ser uma tranquilidade.
    Um grande beijo!!!

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!