domingo, 6 de abril de 2014

Dois dias na casa dos sogros em Nova Petrópolis

 Zabumba
Dália

 Esta semana, Leonardo, Tombinho, Costelinha, eu e os gatinhos ficamos dois dias na casa dos sogros, em Nova Petrópolis, na serra gaúcha.
Eu adoro meus sogros, a casa e o jardim deles, ou seja, adoro estar lá, sem contar, que eles adoram o Tombinho, que chamam de neto, e sempre receberam muito bem todos os animais que precisei levar comigo por estarem em tratamento ou necessitarem cuidados especias como os filhotes. É o que tem acontecido com o Costelinha, que agora está livre de seus ferros mas ainda precisa tomar medicação duas vezes por dia e agora, os dois gatinhos que largaram por último lá em casa.
Na nossa primeira tarde por lá, Leonardo foi dar uma pedaladinha com o pai, que não pedalava há tempos e ficou todo faceiro com o convite. 

 Em 5 minutos o sogro estava arrumado com capacete, bicicleta e muita disposição! 
 A sogra, dona Sonja, veio conferir se estava tudo certo.
 Tudo pronto! Foto oficial na frente da casa, podem começar a pedalar!
 Leonardo saiu na frente,achando que seu pai vinha logo atrás.
 Mas seu Egon foi interceptado pelo vizinho, seu Laurindo, que queria puxar conversa. Seu Egon desculpou-se, pediu licença e começou a pequena pedalada até a chácara, no distrito de Pinhal Alto.
Eu fiquei em casa bordando - consegui adiantar bastante meu bordado - e jogando conversa fora com a sogra.
 No outro dia de manhã, depois do café, Leonardo ficou arrumando as tralhas de caiaque dele e eu fiquei mateando e lagarteando no solzinho gostoso com o sogro e a cachorrada.  Filomena, a cachorrinha dos sogros, se abancou no meu colo e me vi obrigada a ficar quieta por um tempo para não atrapalhar o descanso dela.
 Em seguida fui admirar e fotografar as flores do jardim dos sogros. Sempre tem uma novidade,  flor diferente, um peixinho novo no laguinho, um novo canteiro feito pelo sogro.
 A novidade da vez foi o comedor que demos de aniversário para a sogra e que eles colocaram no jardim com água, perto do comedor que já existe há anos no jardim.
A sogra está choramingando que os passarinhos não estão vindo, culpando os gatos do vizinho que devem ter entrado no pátio deles no período em que estiveram na praia. Pode ser que seja isso, mas daqui a pouco eles voltam.
 Achei linda esta flor mas não sei o nome. A sogra disse que os beija-flores adoram, então já solicitei uma mudinha, pois quero encher o Recanto de beija-flores e borboletas. Se os meus gatos deixarem... 
 Hemerocallis.
 Também não sei o nome desta flor que adoro demais e floresce todos os anos nesta época, período da Páscoa, por isso na família do Leonardo a chamam de flor da Páscoa. Tem nas versões rosa ou lilás, como esta da foto, e branca, na foto abaixo. 
 Dona Sonja gosta muito delas mas reclama que são como pragas. Já tentei plantar no Recanto e não pegou mas foi logo que adquirimos o Recanto e íamos muito pouco lá. É óbvio que vou tentar de novo!
 Elas são compridas, ficam com uma altura de 50 cm ou pouco mais.
Estes dois florzinhos brotaram no portão da nossa casa, em Porto Alegre, há umas duas semanas. Estavam tão murchinhos e feinhos... agora, com doses diárias de vitamina e muito beijinho, já ganharam peso, não têm mais secreção nos olhinhos e enfeitam e alegram a nossa casa. Adoraram a casinha da Oma, onde ficaram hospedados e escondidos de Filomena e Godofredo, os cães dos sogros. Filhote de gato é tudo de bom!
 Dálias! Amo as dálias!
 As Dálias estão na frente do galpão e na frente delas, o pé de caqui, carregadíssimo e que fornece alimento, de dia para os passarinhos e de noite para o gambá. E ainda sobra para nós comermos a qualquer hora ou para levar para os passarinhos de Porto Alegre! Quanta abundância!
 O sogro teve que colocar uma escora para o galho não encostar no chão.

 As rosas! No jardim dos sogros têm rosas de diversas cores e tamanhos, um espetáculo para os olhos! Nesta época não tem taaanta variedade, mas na primavera... Mesmo assim, acho que havia duas ou três roseiras com flores. As outras foram subindo nas árvores e florescem lá em cima, por isso não tentei fotografar agora, mas já fiz registros delas em outras postagens, como esta aqui.
 Esta rosa grandona da foto anterior, que se observarem bem tem um joaninha passeando sobre suas pétalas, está junto com as hortênsias, embaixo da janela do que foi um dia o quarto da Oma. Hoje é um quartinho de bagunça/escritório em transformação.
 Tirando a foto do outro lado da janela, vemos as hortênsias e um arbusto com essas delicadas florzinhas roxas, que parecem mas não são lavanda.
E para terminar, um arranjo natural com flores do jardim que a sogra fez. Sempre tem um arranjo com flores na casa de Nova Petrópolis, ou na praia, onde também tem um jardim bonito e colorido. A sogra gosta de ter flores dentro e fora de casa e eu também! E os gatos também, por isso não tenho...
Pouco antes do anoitecer, os homens de nossas vidas voltaram da pedaladinha, tomaram banho e Leonardo preparou uma jantinha prá lá de especial, que mostrarei na próxima postagem. Espero que tenham gostado do passeio pelo jardim dos Esch's. Eu sempre gosto! rererer Boa semana a todos!

3 comentários:

  1. Oi Tiane,
    Que quintal florido e delicioso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Quantas flores! E Zínias! Amo zínias! Que findi super gostoso!

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!