quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Cães ou crianças??? E por quê não os dois?

Dá pra se dizer, que cães sempre fizeram parte da nossa família, apesar de só termos tido o primeiro,  pra valer, quando eu tinha uns 10 anos, mas daí, foi um atrás do outro. E de uma (Totoca) nasceu um (Birk), e ganhamos outro (o Dartag'nan), e depois outro (o Richelieu), e começamos a tratar dos abandonados e aí... ferrou! 
Temos um carinho muito especial com a raça Pastor Alemão, e já tivemos alguns! Além de ótimos guardas, são cães com excelente temperamento, como podemos perceber nestas duas fotos, onde minha sobrinha Marina, com dois aninhos na época, aparece na primeira foto lendo um livrinho para a Talitha, e na segunda, brinca com a Sacha, as duas pastoras que não deixavam ninguém passar pelo portão, sem a nossa permissão. 
Uma das minhas historinhas infantis favoritas era e é  "A Dama e o Vagabundo", e uma cena marcante para mim, é quando o Vagabundo fala para a Lady, cujos donos estão prestes a ter o primeiro filho, que, "quando o bebê entra, o cachorro sai."
Pior, que já vi ou fiquei sabendo de muitos casos de casais que se desfizeram de seus cães ou gatos,  só por causa da chegada do seu primogênito. Ainda bem, que a cabeça da muita gente mudou e hoje, me esbaldo de felicidade vendo amigos paparicando seus primeiros filhos, sem se desfazer de seus cães ou gatos, muito pelo contrário, paparicando bebê e bicho!
 A paixão por Pastor Alemão está no sangue da família. Na casa dos meus tios, que já tiveram uns nove ao mesmo tempo, hoje são três,  o Caco, a Pepa e a Luna. Este na foto, é o Caco, o mais velho dos três, e  este pezinho fofo é de ninguém mais, ninguém menos...
 ... que do meu risonho favorito e priminho Arthur, no colo com a mãe Marilia e cercado por dois, dos três pastores da casa.
A Pepa não aguentou, partiu para o ataque e tascou uma beijoca no Arhur que, pelas risadas, adorou!
Este é o Joaquim, afilhado do Leonardo, que convive bem de pertinho, com a Laika e a Zuka, que sempre viveram felizes com seus humanos de estimação, Denise e Rainer.
Até que nasceu o Joaquim... e nada mudou! A Gorda Laika conferindo se não entrou areia nos olhos do Joaquim.
 Eu acho que eu vi um focinho...
O focinho da foto anterior é do Batata, querendo ver a Mariana mais de pertinho, nos primeiros dias de vida dela. O Batata foi recolhido por mim e pelo Leonardo e adotado pelos ex-vizinhos Márcia e Mair, em Porto Alegre. Confesso, que tinha um certo receio da reação do Batatinha com o nascimento da Mariana, mas, para a minha agradável surpresa, o Batata é um companheirão da pequena Mariana, principalmente, se for na hora de dormir. rererere
E aqui, as duas fotos que inspiraram esta postagem e que roubei do Face, com a devida permissão, claro! As meninas nas fotos são a Cecília e a Gerta. A Cecília mora em apartamento mas, segundo a Letícia, a mamãe da Cecília, as duas cresceram juntas. Na verdade, ela mesma corrige, a Cecília ainda não cresceu, mas a amizade das duas, só cresce a cada dia!
Olhem isso!!! A Cecília usando a patinha da Gerta de travesseiro e a Gerta, apoiando todo aquele enorme focinho na cinturinha da Cecília!!! Amei demais esta foto!!! 
E que cresça a cada dia, o respeito por esta convivência tão saudável!

4 comentários:

  1. Que linda postagem!!! É isso aí, vários exemplos e imagens mostrando lindas amizades. Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Cães e crianças são um amor indivisível. Todo mundo tem medo que o cão vai machucar a criança rsrssr eu aqui tenho que cuidar pro Léo não machucar a Luna. aqui ja tivemos de tudo dos simpaticos vira latas até alguns de raça que acabam por aqui por doação. O mais amado, Bacamarte viveu mais de 15 anos conosco desenvolveu uma alergia e tivemos que levar pro sitio. quase fomos a loucura quando ja bem velhinho ele sumiu. Procuramos por dias até encontrar o corpo. Acredito que ele procurava voltar pra casa. Foi encontrado num caminho no mato. depois Dalila a temida pitbull alma de criança manhosa impunha respeito até vc ver que ela arrastava um coberto e esperava ser coberta para dormir.Foi assassinada na véspera de natal.Veneno é a arma dos covardes. Chiquinho pintcher valentão sumiu depois de ser ameaçado( corria atraz da cadelinha do vizinho rsrrsrs)Laila , Pepa, Pampa mais a mariquinha hoje são as donas do pedaço e ja tem suas proezas pra serem lembradas.Eu comecei minha historia canina com Fig tomba lata levado que ja foi cachorrolandia. mas deixou sua vaga muito bem preenchida pela Luna pulguenta que nim dia quero socar e no outro abraçar. Cachorro e gato não são pra qualquer um não. vc tem que saber que quando entrão na sua vida são até que a morte os separe então ameos. Vc é uma mãe de cachorro exemplar eu fico sempre pensando em como sera divertido quando tiveres filhos rsrsrsrsrsr.
    outra hora te escrevo por email. contando tudo que aconteceu por aqui desde o natal. um beijo da Eliane.

    ResponderExcluir
  3. Que lindas as fotos. É muito bonita essa relação com os animais. O meu filho desforra-se quando está com a Boneca. Lambuzam-se um ao outro, que até mete nojo :))

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!