sábado, 3 de agosto de 2013

Na Remada do Rio Paranhana - 4 de maio, sábado

Da série, "postagens atrasadas"...
Estou tentando colocar o blog em dia, em ordem cronológica e quase esqueço deste passeio que Leonardo, Tombinho e eu fizemos para a cidade de Três Coroas, que é considerada a capital da canoagem. Três Coroas é uma das seis cidades que formam o Vale do Paranhana, que tem esse nome por causa do rio que passa peça região, o Rio Paranhana.
É um região belíssima e o rio também é lindo e proporciona a prática da canoagem e rafting. 
Minha primeira vez em Três Coroas foi na minha primeira aventura ciclística, pois fui de bicicleta de Porto Alegre até Três Coroas. Podem conferir a postagem  aqui e aqui.
Leonardo tem ido seguido para remar com os amigos. Este tipo de remada eu dispenso, pois só gosto de remar em águas calmas, calmíssimas!
Mas Tombinho e eu fomos com Leonardo desta vez, para prestigiar o Encontro de canoístas que ia acontecer naquele final de semana.
Márcio, nosso amigo de Osório também foi. Chegamos no sábado pela manhã e eles já foram para água na manhã mesmo. O dia estava nublado e até chuvisco pegamos na estrada e na chegada ao Parque.
Leonardo com o "Yellow Submarine" e Márcio com o "duende verde".
Eles ficaram brincando numa corredeira que tinha por ali e Tombinho e eu filmando as manobras.
Leonardo também fez alguns registros depois que saiu da água.

No final da manhã os canoístas começaram a se reunir para a saída na barragem. Tombinho se divertiu às pencas correndo atrás da bolinha que todos queriam jogar para ele.
A foto oficial.


Caiaques foram de caminhão, a maioria dos canoístas foram no ônibus e alguns, foram com a família.
Caminhão lotado de caiaques.
Trumbico adora uma estradinha de chão!
Chegando na barragem, fiquei surpresa com o que vi.
Olhando de longe, pelo meio das árvores, parecia que tinha um mar logo na frente mas chegando no fim da estrada. damos de cara com um paredão de água.
É ali que eles começam a descida do rio. Lindo lugar!
Uma imensidão de água!
No que eles começaram a descida, Tombinho e eu entramos no carro e fomos para a tal "pipoqueira", uma corredeira logo adiante, onde eles costumam ficar brincando. Impressionante! Homens feitos, muitos pais e até alguns vovôs, viram crianças descendo corredeiras no rio. 
Tombinho olhava tudo desconfiado. O barulho da água é um pouco ensurdecedor e mais as risadas e brincadeiras das crianças grandes, deixavam Tombinho um pouco assustados.
Márcio e Leonardo ainda estão aprendendo as manobras e ficaram um bom tempo sentados, observando.

Continuando a descida, eles vão parar no Parque onde estávamos acampados, na corredeira onde Leonardo e Márcio brincaram pela manhã e onde a filhinha de um dos remadores se aventurou na água gelada. Que coragem!
Tombinho é um baita parceiro para aventuras, mas já estava um pouco cansado de ver tanta água e puxava a guia dele querendo voltar para o acampamento.
Márcio, dando um tempo na água.
E Leonardo se preparando para entrar de novo.
De noite, no acampamento, tivemos risoto de funghi à luz de lanternas!
 Colocando o funghi que estava hidratando.
 Quase pronto!
 Prontinho!
Márcio jantou conosco. Depois da janta, Tombinho e eu fomos dormir e Leonardo e Márcio ficaram baixando os vídeos feitos no dia. Amanhã tem mais!

Um comentário:

  1. Tiane, eu fico impressionada (e de uma maneira boa!) em ver como vocês são aventureiros! Seus posts são sempre uma aventura pra mim, eu adoro ver! Você fez até risoto! E no escuro?! que demais :)
    Ah, adorei também o Chapolin no sofá, rsrs
    bjs e ótima semana pra vc

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!