sábado, 21 de março de 2009

Passeio até a Lomba Grande - Novo Hamburgo

Nada como um sábado de sol para dar uma bela pedalada de última hora.
Vi o e-mail do Rodrigo pela manhã e resolvi fazer o passeio para Lomba Grande com ele. Ainda tinha que passar aspirador nos bancos do carro para tirar os pêlos que a Nina e a Gorda deixaram na ida para São Chico - e não era pouca coisa - para poder levar papis, mamis e tio Serginho no aeroporto no domingo de manhã ( papis se nega a entrar no carro peludo... ). Carro aspirado, me arrumei correndo e saímos, Bici e eu, para mais um treino/passeio.


Nos encontramos na rótula da Protásio com a Carlos Gomes, quase 13h e seguimos direto pela Perimetral rumo à BR. BR? Sim, Br 116! Mais uma barreira derrubada!
Fizemos a BR, de Porto Alegre até Esteio e não foi nenhum monstro de 7 cabeças. Claro, que era sábado, um dia mais tranquilo com pouquíssimo movimento mas não foi o horror que eu imaginava.

Entramos em Esteio para "almoçar" (almocei um suco e uma banana, a fome ainda não tinha vindo) e seguimos por dentro de Esteio até São Leopoldo, onde pegamos a BR novamente, até Nóia.

Rodrigo e eu na BR
O sol tava de "lascar".


James mais na frente

O encontro para o passeio era na oficina do Darci, ciclista experiente e mui gente fina de Novo Hamburgo - http://www.cycledarcy.com.br/ Quando chegamos, o bando já tinha saído mas os encontramos mais adiante quando o seu Darci se deu ao luxo, literalmente, de me dar uma "mãozinha". Foi quando percebi o porquê do nome Lomba Grande... enquanto tentava subir a lomba, escutei atrás de mim uma breve análise sobre a Bici, altura do meu banco, tamanho do "salto" do meu tênis e minha cara desfigurada tentando subir a grande lomba. Era um ciclista do grupo e seu Darci que, sem demonstrar nenhum esforço anormal, encosta uma das mão nas minhas costas para me dar um empurrãozinho...
No final da lomba tinha um posto onde estavam os outros ciclistas. Era a primeira parada para descanso. Ali, tomei mais um suco na corrida pois já estavam saindo novamente.

Lomba Grande é como se chama um bairro que compreende a zona rural do Município de Novo Hamburgo. A área foi dividida em microbairros como Passo dos Corvos, Quilombo do Sul, entre outros.
O Bairro fica bastante isolado da cidade, e possui uma espécie de microcentro que centraliza os demais microbairros de sua área.
"Lomba" é um termo utilizado no Rio Grande do Sul para designar ladeiras.
http://www.lombagrande.org.br/


Mais algumas lombas e ficamos para trás de novo, ou melhor, eu fiquei prá trás e o Rodrigo ficou para não me deixar sozinha. Mais adiante um pouco, encontramos mais um grupinho e ficamos andando com eles por um tempo.


A região é muito bonita!



O passeio vai até um bar na beira da estrada e, pelo que fiquei sabendo, na beira do Rio dos Sinos ( me encontrei com o Rio dos Sinos de novo!). Pena, que mal se percebe que tem um rio do outro lado da estrada pois tem muitas árvores que o escondem. Neste bar o pessoal descansa e toma litros de sucos de vários sabores. Escolhemos de abacaxi que veio numa garrafa pet de 2 litros com muito gelo picado. Uma delícia!
Descanso feito, voltamos pelo mesmo caminho.


As fotos são do celular do Rodrigo.

Seu Darci, de camiseta branca e listras, no meio do grupo.



Nos separamos do grupo numa rótula que anunciava São Leopoldo à 9 km. O restante do grupo seguiu para a oficina do seu Darci, em Novo Hamburgo e Rodrigo e eu seguimos por dentro de São Leopoldo até a estação do Trensurb. Cheguei em casa um pouco antes das 20hs, já estava escuro e a bicharada ainda não tinha comido. Ótimo passeio! Para quem achava que não ia pedalar no findi, ótimo treino, apesar de ter ficado com um pouco de dor no joelho esquerdo. Estávamos sem ciclo computador mas devemos ter pedalado uns 40 Km de Porto Alegre até Novo Hamburgo, mais 9 Km de Novo Hamburgo à São Leopoldo e mais uns 9, da estação Farrapos do Trensurb até a minha casa. O passeio por Lomba Grande, pelo que comentavam lá, fica em torno de 30 Km.

Parada para foto e frutas


Pôr do sol em São Leopoldo.

2 comentários:

  1. Morar aqui é a Melhor coisa do mundo!
    No caso em Lomba Grande

    ResponderExcluir
  2. Lomba grande, é ótimo viver aqui.
    Hiran

    ResponderExcluir

Responderei aos comentários aqui mesmo ou se preferir, deixe seu e-mail para que eu possa entrar em contato. Obrigada pela visita e pelo comentário!